Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Chevrolet Opala Sedã Luxo 1973 e Ford Corcel II L 1978

 Registro de mais uma volta do encontro semanal do Opala Clube RJ, de Opala e Corcel II:

12/08/2016




Ambos lindos e originais, exatamente como eram na época em que eram novos! Já apareceram inúmeras vezes por aqui em fotos de encontros. O Corcel II 78 já teve seu post próprio, o Opala Rosé já foi fotografado e ainda aparecerá aqui assim um dia, mas estava presente nessa publicação aqui, fazendo um ensaio pra inauguração da Barbearia do Zé filial Ilha.

Rio de Janeiro - RJ.

Mazda Allegro (placas da Colômbia)

 Quão improvável é ver um carro com placas da Colômbia em plena Praia da Bica?



Placa colombiana da cidade de Armenia, e o curioso adesivo referente à banda Kiss 

Já vi um ou outro caso de carro com placas da Argentina, quem sabe do Uruguai, ou até do Paraguai. Mas não me lembro de ter visto outro com licença da Colômbia. O interessante nesse caso é que a Colômbia é o único país em que esse modelo se chamava "Allegro", que em outros países, a depender do mercado, poderia ser "Protegé", "323" ou "Familia". O exemplar das fotos foi fabricado de 1998 a 2001.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Revisitando: Fiat Tipo Sedicivalvole 1995

 E pra seguir com ainda mais um concorrente do Corsa GSI e do Gol GTI postados recentemente:

15/07/2016

Mais uma que eu tirei de dentro do ônibus, porém dessa vez voltando do Centro, bem na hora em que o sol se punha. Curiosamente, nesse caso eu tirei primeiro essa foto acima, e depois é que eu fui vê-lo estacionado e tirar as fotos detalhadas que já publiquei. Por essas e outras, eu tenho sempre colocado a data embaixo da foto nas postagens, pra poder situar tudo devidamente. Pra quem não viu ou quem quiser rever os detalhes, esse é o outro post desse mesmo carro. 

Linha Vermelha (Maré), Rio de Janeiro - RJ.

domingo, 19 de dezembro de 2021

Ford Maverick LDO Automático 1978

 Esse é mais um que eu lamento não ter conseguido tirar melhores fotos:

22/07/2016

Em termos de Maverick, pra mim não há nada mais gratificante que ver um exemplar em sua total originalidade ou o mais próximo disso, dentro das possibilidades. Desde os mais básicos aos GT, seja de duas ou quatro portas, não há nada como um original. Todos já devem saber que não condeno customizações ou modificações, de modo geral, todos têm seu valor. Mas é importante até historicamente que alguma parcela seja preservada ou restaurada visando à originalidade. Sabemos que com o modelo em questão, é muito comum a troca de motor ou transformação em GT, ou modernizações variadas. Creio que por isso um original tenha ainda mais destaque.

O carro da foto é um exemplo disso. Luxuosa versão LDO, na linda e improvável configuração de carroceria prata com interior marrom e câmbio automático no assoalho, motor quatro cilindros. Belas calotas originais e tudo como era quando novo. Era de um grande amigo meu, e infelizmente desde então já trocou de mãos e salvo engano foi pro Paraná. Andei nesse carro algumas vezes e foi o primeiro Maverick que dirigi (o que ocorreu nessa mesma noite da foto, numa quinta-feira durante o encontro do Opala Clube RJ). Realmente é uma pena que foi num período em que eu estava mais displicente quanto a fazer registros fotográficos dos carros à minha volta.

Tijuca, Rio de Janeiro - RJ.

VW Karmann-Ghia TC 1975

 Quem vai dizer que não é satisfatório ver um carro desse andando no trânsito normal, em plena terça-feira?

02/08/2016

Com valorização crescente dentro e fora do país, esse Karmann-Ghia TC, produto nacional, andava sereno e lindo, como se não tivesse mais de 40 anos de idade nas costas. Originalidade majoritariamente mantida, inclusive com as raríssimas lanternas originais, me parece ter sido repintado de uma cor fora do catálogo do seu ano, que parece ser o verde Indaiá (que estaria disponível posteriormente, em 1978 e 1979 - exemplo de Brasilia 78 dessa cor) ou ao menos muito próximo. Me corrijam se eu estiver errado. Na minha opinião, combinou bem com o TC!

Outra do Artur Val!

Ilha do Fundão, Rio de Janeiro - RJ.

VW Gol GTI 1996

 Ainda na temática do Corsa GSI recém mostrado, um de seus concorrentes:

04/08/2016

Diferente do Corsa, esse Gol sofreu algumas modificações, como as rodas e lanternas e o engate traseiro. Infelizmente não deu pra tirar uma boa foto ou pra vê-lo mais de perto, foi o que deu pra fazer.

Aqui já apareceu, em 2010, um GTI dessa geração. Foi literalmente um dos primeiros carros que eu fotografei pensando em publicar neste modesto espaço. Ainda tinha o adesivo da concessionária e as lindas rodas originais. Posteriormente, em 2014, foi um raro GTI 4 portas. Seguindo o tema de certa forma, um Gol TSI em 2012, e uma Saveiro TSI em 2011.

Ponte Rio-Niterói - RJ.

Abaixo, propaganda da época:

Propaganda Gol GTI 16V (Fonte: Miau)

Revisitando: Chevrolet Corsa GSI 1996

Apesar de ainda ser relativamente comum vermos esses primeiros Corsinhas rodando, já faz tempo que os GSI estão praticamente extintos, sobretudo devido à baixa produção:

26/07/2016

Fiz fotos mais detalhadas desse carro e as publiquei em 2015. No ano seguinte, recebi do amigo essa foto dele em movimento! Muito bonito e original. De lá pra cá, a plaqueta Rio de Janeiro/RJ saiu e deu lugar à de Niterói/RJ, talvez seja um indício de troca de mãos. Naquele mesmo ano, apareceu aqui outro GSI, também branco. 

Quem viu foi o Artur Val!

Avenida Brasil, Rio de Janeiro - RJ.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

Porsche 911 Carrera 1994

 Num belo dia em que passeava por Copacabana, estava prestes a atravessar a rua e passou essa bela máquina, na Av. Rainha Elizabeth, esquina com Nossa Senhora de Copacabana:

14/08/2016



Estava com meu pai e meu irmão, que gostava muito desses Porsche quando era pequeno, e teve até algumas miniaturas. Fato é que difícil um Porsche passar despercebido na rua, né?

Copacabana, Rio de Janeiro - RJ.

Resgate: VW Passat LS 1980 (80.000 km)

 Três meses após ir buscar aquele Passat Sulam lá em Miguel Pereira/RJ, lá estava eu novamente indo atrás de mais carro velho, e curiosamente de mais um Passat. Dessa vez não era um modificado por empresa, mas bastante especial por outras razões:

O Passat na porta de sua então moradia

Era um LS 1980 na linda combinação de carroceria marrom Avelã com interior marrom, que tinha acabado de trocar de mãos pela primeira vez. Tinha manual original, nota fiscal, documentos antigos e tudo o mais que tem direito. Oitenta mil quilômetros rodados no odômetro, o que se refletia em seu estado geral: pintura majoritariamente original, para-choques originais, conjunto ótico dianteiro e traseiro originais, e nem retrovisor do carona ele chegou a ter. Mas a melhor parte era o interior: todos os bancos em perfeito estado - não tinha nem o desgaste de entrada/saída do carro, típico de se ver no banco do motorista -, painel impecável sem trincos ou rachaduras, volante quase sem sinal aparente de desgaste, forrações de porta e tampa do bagagito também perfeitos, tudo original e tudo no seu lugar. 

Infelizmente não tinha mais as rodas originais, que foram trocadas quando o carro era novo por rodas esportivas da marca "Inapal", o que inclusive rendeu um episódio à parte, inspirando matéria no excelente blog da HP do Passat, falando sobre a marca, pouco conhecida da maioria. Esse exato carro ilustrou ainda a postagem, uma vez que foi o primeiro registro documentado de um exemplar do modelo com rodas desse fabricante. Depois de algumas semanas, elas foram logo retiradas e deram lugar às originais, de ferro.

O rádio original veio no porta-malas, foi só instalar e ligar, que funcionava perfeitamente. E um detalhe que eu não me esqueço: quando já estávamos de saída, eu perguntei se por acaso ele teria algum chaveiro que tivesse vindo com o carro, ele foi lá dentro olhar e trouxe o chaveiro original de onde o carro foi tirado: Guanauto!

Fomos a bordo do já conhecido Comodoro, e voltamos nos dois carros:

Passat na frente e eu de Comodoro atrás, já na Ilha do Governador

Comodoro guardado, já fomos jantar estreando a novidade

No dia seguinte, lá estávamos novamente já futucando o carro

VW Passat LS 1980 marrom Avelã, com rodas esportivas Inapal 

E a parte mais legal da história é que esse carro é gêmeo de um que ele já tinha, daí aproveitei pra fazer essas fotos:





O interior imaculado, já com o rádio original no lugar e funcionando; reparem as pedaleiras Norfol, instaladas quando novo

Detalhe do chaveiro da Guanauto, entregue junto com o manual deste carro, quando 0km

Interessante é que esse gêmeo apareceu aqui como flagra meu numa postagem lá de 2012! Nós mal nos conhecíamos ainda, e hoje poderia dizer tranquilamente que somos melhores amigos!

E por enquanto foi isso, depois daí a história teve uma reviravolta, que será contada aqui oportunamente. Até lá!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Ford Corcel II 5 Estrelas 1984

 Mais uma daquelas que eu tirei de dentro do ônibus, a foto ficou ruim mas o registro foi feito:

11/04/2016

Não pude deixar passar, era um Corcel II de série especial ainda em sua configuração original, ali sendo usado como mais um carro normal. Cor original, rodas originais e a faixa lateral em preto e vermelho também original, apesar de mal dar pra ver na imagem. A maçaneta preta, característica da versão, parece ter sido mantida preta também, bem como os vidros aparentam ainda ser os verdes que vieram nele quando novo. Uma pena não ter conseguido ver mais detalhes!

Centro, Rio de Janeiro - RJ.

Abaixo, uma propaganda da época:

Propaganda Ford Corcel II/Belina 5 Estrelas, 1984: "Ganhe com as estrelas; Ford Corcel II e Belina 5 estrelas. Série especial limitada. Mais vantagens pelo seu dinheiro."

Transcrição das características da versão, constantes do texto da imagem acima:

☆ Pintura metálica exclusiva;

☆ Sofisticado interior na cor preta;

☆ Molduras pretas realçando a beleza das linhas;

☆ Faixas laterais nas cores vermelha e preta para um toque mais personalizado;

☆ Interior das portas com acabamento especial;

☆ Bancos dianteiros mais esportivos, com novo desenho;

E na Belina 5 Estrelas, mais dois itens especialíssimos:

☆ Prático bagageiro na cor preta;

☆ Utilíssimo protetor do compartimento de bagagens.

Pra fechar, um comercial em vídeo da versão:

VW Fusca 1968

 Durante nosso resgate do Passat Sulam, passou pela gente esse lindo Fusquinha:

04/03/2016

Com faróis "Tremendão" e para-choque pintado de preto e pintura meio fosca, tem toda a pinta de carro de uso até hoje. Ainda relativamente comum em cidades pequenas, mas infelizmente (e naturalmente) já não tanto quanto em outras épocas...

Não fosse essa placa cinza, essa foto se passaria tranquilamente por um retrato batido nos anos oitenta...

Miguel Pereira - RJ.

Resgate: VW Passat Sulam

 A presente publicação se mistura um pouco com a coluna "Carro do Leitor", ou é uma espécie de evolução dela. Um leitor do blog que participa do grupo viu esse carro anunciado no estado do Rio de Janeiro (ele é de Jundiaí/SP) e entrou em contato comigo, perguntando se eu poderia ir lá dar uma olhada. Não era exatamente perto daqui, mas depois de combinar com o amigo Guga (que eu também conheci através deste espaço), partimos então pra lá. 

Ao chegar lá, não demoramos muito. Olhamos o carro, tinha bastante obra, mandamos fotos de todos os detalhes pro potencial comprador, e voilà: negócio fechado. Dinheiro transferido, chaves e documento na mão, pusemos o pé na estrada.

04/03/2016

Interior, com o típico painel trincado; detalhe pro botão do ar condicionado

Apesar de demandar reparos, o Passat Sulam não fez feio na estrada

Depois de fazer uma viagem boa, sem contratempos, foi lá pra garagem, onde ficou de quarentena até que o guincho viesse buscar e levar pro seu destino final.

Passat Sulam ao lado do meu Fusca 69

Passat Sulam junto com o meu Fusca 69, a New Yorker 76 do meu pai e nosso Corcel II 80

Foi uma aventura e tanto, difícil de ser esquecida. Aqui eu já postei outro Passat Sulam (eles eram raros em relação aos Dacon), e esse mesmo carro foi postado também no blog da HP do Passat. Abaixo, propaganda da época:

Propaganda: "Sulam: veículos especiais.", com foto de Passat semelhante ao desta postagem

De lá pra cá, os trabalhos começaram e ainda seguem. Tão logo eu souber de novidades, volto a postar a respeito!

Miguel Pereira - RJ.

terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Revisitando: Chevrolet Opala Cupê 1979 (e Comodoro 4.1 1990)

 Aquele Opala cupê branco lá no fundo era um carro de uso, pra trabalho, até 2012, quando tirei fotos dele. Infelizmente o dia dessa foto foi a última vez que o vi rodar:

03/06/2016

Ainda bem que fotografei, na verdade eu só tirei pra aproveitar que os dois Opalas no mesmo enquadramento. Era alguma volta que estávamos dando de Comodoro Verde Jureia.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Chevrolet Opala Comodoro 1990 - Quase comprei um Opala!

 Esse eu fiquei na dúvida se trazia, mas achei interessante, no final das contas:

02/06/2016

Nessa época de 2015/2016 eu estava comparecendo quase que semanalmente ao tradicional do Opala Clube do Rio de Janeiro, época em que fiz muitos amigos e estreitei muitas outras amizades que já tinha. Eu tinha comprado o Fusca no início do ano, ainda tinha um dinheirinho guardado e sempre dava uma olhada em carros antigos que pudessem caber no orçamento. 

Naturalmente olhei muitos Opalas, já que era um tema recorrente nas minhas conversas. O foco principal eram os Comodoro 88-90, fosse Opala ou Caravan, pois são os meus preferidos. Esse Comodoro 90 das fotos estava à venda e era de um dos frequentadores do encontro semanal. Quatro cilindros a gasolina, interior original muito bom, (lindas) rodas originais, tinha alguns detalhes simples de elétrica pra fazer e uma revisão básica na suspensão, não tinha nada grave pra arrumar. O preço pedido era R$8 mil, chegamos em R$7,8 mil, eu quase fechei mas acabei desistindo. Sosseguei o facho e, no final do ano seguinte, acabou caindo no meu colo o meu Corcel II Van, que vocês já conhecem bem, e definitivamente foi a melhor coisa que eu fiz!

Rio de Janeiro - RJ.

Chevrolet Tigra 1999

 Esse registro teve um caso curioso. Primeiro eu tirei foto desse carro quase "escapando dos meus dedos", e poucos dias depois recebi imagens melhores desse mesmo veículo:

03/08/2016

A julgar pelo que vemos, parece que era muito bem tratado e que ainda tinha sua configuração original mantida, inclusive com as raras e exclusivas rodas corretas. Também não me lembro de tê-lo visto desde então. O local das fotos, caso alguém tenha achado familiar, é o mesmo onde foi vista essa Rural aqui.

Quem registrou foi o amigo Artur Val!

A foto que eu tinha feito dele era essa:

23/07/2016

(Zoom)

Reparem que estávamos de Passat LSE, que na época era o carro de uso do meu grande amigo Bruno, e que eventualmente vai aparecer em algumas postagens daquele período.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Santa Matilde 1980

 Poucos metros depois de passar por aquele raro Fusca Série Especial verde Cristalino:

01º/07/2016

Passamos também por essa Santa Matilde, que também passou por customização, tendo recebido uma cor mais chamativa fora do catálogo, lanternas redondas e rodas grandes e cromadas com pneus finos. Não ficou exatamente do meu agrado, mas é inegável que chama a atenção e fico feliz por ainda estar rodando! Pena que só deu pra essa foto mesmo.

Niterói - RJ.

VW Fusca Série Especial 1985

 Taí um flagra que ilustra que não é necessário que um carro seja/esteja bonito pra "valer uma foto":

01º/07/2016

Nunca achei (incrível como alguém já achou um dia) que esses faróis do Corsa combinassem com o Fusca. Mas um número razoável de "projetos de customização (tuning)" do modelo na primeira metade dos anos 2000 receberam esse conjunto ótico. É uma pena que, nesse caso, tudo leve a crer (ano de fabricação e o tom de verde escolhido para repintura) que a modificação foi perpetrada em um raro "Série Especial" em sua cor única, verde Cristalino. A série tinha uma configuração exclusiva e vinha razoavelmente completa. No anúncio abaixo, todos esses itens estão detalhados:

Propaganda "Novo Fusca 85. Fusca Série Especial", 1985.

Como se vê pintado no para-brisa, o carro estava à venda. Não sei como estava o estado de conservação geral ou como estava a traseira. Mas se estivesse bom ou razoável, talvez compensasse salvar. A troca dos para-lamas e faróis e do para-choque já daria outra cara, pelo menos ao que conseguimos ver nas imagens. Placas de Maricá/RJ, ali bem perto. Pena que não dava pra pararmos, e só ficaram as fotos tiradas de dentro do carro, pra contar a história.

Niterói - RJ.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...