Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


sábado, 13 de abril de 2024

Jaguar S-Type R 2003

 Pouco tempo depois de ter visto aquele Jaguar X-Type abandonado ou aparentemente abandonado...

11/03/2020


Me deparo com esse outro Jaguar, contemporâneo daquele, e também com aparência de que já não anda há algum tempo. Diria até que bastante tempo. Por estar em local fechado, estava inclusive bastante empoeirado e naturalmente já tinha recebido a visita de alguns "artistas", que escreveram com o dedo nomes de times de expressão do futebol carioca, pedidos de lavagem do veículo e até desenhos obscenos. Primeiro emplacamento foi em São Paulo/SP.

Rio de Janeiro - RJ.

Revisitando: VW Fusca 1600S 1975

 Lembram aquele "Bizorrão" que eu mostrei aqui, e que disse que faltavam alguns ajustes pra ficar tudo original certinho? Aqui ele já tava praticamente pronto:

10/03/2020

Pena que eu não tirei fotos mais detalhadas, deixei pra depois e acabou não acontecendo. Ficaram lindos os bancos originais com a forração correta, além das rodas originais também.

Como era dia de postinho e vocês já devem ter reparado, estavam lá também outros carros interessantes, como o Ka XR que já apareceu aqui e está na foto acima, além desse outro Ka XR 2001 e o Golf GL:

E esse Monza hatch SL/E 83 também:

E esse seria o último encontro do postinho antes da pandemia...

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Impala 68 e Camaro 74

 E estão aí os dois juntos novamente!

08/03/2020


Essa é uma dupla que já combina um pouco mais. Fato é que chamam bastante atenção quando andam juntos!

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

sexta-feira, 12 de abril de 2024

Revisitando: Chevrolet Opala Comodoro Cupê 1977

 Recentemente relembrei aquela história de que um mesmo indivíduo tinha três carros antigos, todos de uso, atualizando com o fato de que infelizmente ele havia falecido, e que algum tempo depois os carros foram todos vendidos. Um deles era o Escort Ghia, o outro era um Chevette 84, e o terceiro era esse Comodoro cupê:

04/03/2020

Eu soube que o Chevette trocou de dono, mas não cheguei a vê-lo nem conheço o comprador. Soube também que esse Comodoro tinha sido passado adiante, mas não sei de mais informações. Via nessa casa por alguns meses, veio pandemia e depois não vi mais. Acabei não tirando fotos melhores.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

VW SP2 1973, Chevrolet Camaro Type LT 1974, Chevrolet Opala Comodoro 4.1 1990

 E olha aí o SP2 de novo! Nesse dia, se reuniu junto com outros dois carros pra passear pela região:

28/02/2020






SP2, Camaro e Comodoro já apareceram aqui, mas assim juntos são uma turma improvável. 

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

VW SP2 1973

 Lembram dele? Depois de um tempo montando e colocando pra funcionar o SP2, ele já estava roncando:

22/02/2020

Demos uma volta rápida pelas redondezas e tirei as duas fotinhos. Gosto muito das rodas originais, mas umas rodinhas de magnésio antigas combinam muito com esse carro! A foto abaixo é de quando ele ainda estava sendo futucado, já nos finalmentes:

19/02/2020

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

VW Brasilia 1977

 Toda pinta de carro de uso:

19/02/2020

Geralmente, conforme os anos e as décadas vão passando, primeiro somem os carros impecavelmente originais, e com o tempo vão sumindo também os carros com mais aspecto de uso, sem frufrus. Essa Brasilia tem rodas Cruz de Malta pintadas de preto, retrovisores de plástico mais novos, película escura nos vidros e lanternas frisadas (das mais novas, a partir de 78) escuras. 

A despeito disso, ainda preserva alguns detalhes originais como os para-choques curvos originais, o capô dianteiro original com um vinco só no meio, e a cereja do bolo, que entrega seu ano/modelo exato de fabricação: a posição do retrovisor externo. Em todos os outros anos de produção, a furação ficava mais recuada, tanto de 73-76 quanto de 78-82. É um detalhe bastante pitoresco, provavelmente decidiram mudar o local só pra ficar diferente, e só depois perceberam que a posição piora bastante, uma vez que a barra do quebra-vento (ventarola) fica bem no meio do caminho entre o olhar do condutor e o reflexo do espelho.

Del Castilho, Rio de Janeiro - RJ.

VW Fusca 1965

 Vejam que coisa mais querida esse Fusquinha!

15/02/2020

Exatamente do jeito que eu mais gosto: pintura original gastinha e todos os detalhes rigorosamente originais. Rodas fechadas na cor correta (cinza Prata VW 64), brasão de São Bernardo do Campo na tampa dianteira, piscas dianteiros finos na posição certa, poleiros dos para-choques "bicudos", interior original com o devido desgaste pelo tempo. Tem duas "licenças poéticas" à vista, que são o retrovisor externo (que passou a vir de série somente em 1969) e as calhas de chuva vermelhas. Pneus diagonais Firestone Campeão Supremo 5.60/15". Acredito que essa cor seja a "vermelho Vinho".

Rio de Janeiro - RJ.

VW Sedan "Oval" 1953

 Já tinha escutado falar algumas vezes desse carro. Ficou até com uma cara de "barn find" na foto, né?

15/02/2020

Mas acabei levando um tempão até tirar foto. Não sei muito a respeito, mas sei que é completo e está sendo restaurado, e como o dono do carro é discreto, farei a mesma linha. Sei que é um Oval do primeiro ano de fabricação, a exemplo desse carro de um grande amigo, que está sempre aparecendo por aqui. Trago mais informações futuramente, caso as venha a ter.

Rio de Janeiro - RJ.

VW Fusca 1300 1973

 Dia de ajudar o amigo a tirar o carro de um lugar e levar pro outro:

15/02/2020


Fiz fotos legais do carro em movimento, e achei válido colocar aqui. Esse carro ficou perfeito, todo original, exceto rodinhas "Castelinho" 13" Italmagnesio e volantinho Panther, além dos poleiros e batentes nos para-choques. O adesivo da concessionária Sodinava no vigia é a cereja do bolo. Veja aqui fotos de quando ele era "careta" e bem diferente.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

quarta-feira, 10 de abril de 2024

Chevrolet Bonanza 1993

 Pra finalizar o dia:

11/02/2020

Já sem os adesivos e faixas, sem as rodas originais (aliás essas são da época dela e caem muito bem), com películas escuras nos vidros e aspecto mais austero, parece ser carro de uso e está bem de pé, 26 anos depois de ter sido fabricada. Pelas iniciais, o primeiro emplacamento foi no Rio Grande do Sul.

Irajá, Rio de Janeiro - RJ.

VW Van 2002

 Recentemente apareceu aqui um carro desse. Pouco tempo depois, vi outro:

11/02/2020

Assim como o outro está bem conservado e continua trabalhando, e esse já é do último ano em que foi vendido no Brasil. Pra ficar mais legal ainda, é o carro de transporte de bichinhos de uma empresa de banho e tosa! E pra finalizar, mais um detalhe que me agrada muito: essa edificação que funciona como "casa creche". Que casa linda!

Turiaçu, Rio de Janeiro - RJ.

Volvo 460 GLT 1995

 Mais uma daquele mesmo dia:

11/02/2020

Fiquei meio na dúvida se estava abandonado ou eventualmente só esperando alguma peça ou coisa do tipo. Um dos pneus já estava arriado, mas o carro estava relativamente limpo, completo, sem grande avaria.

Turiaçu, Rio de Janeiro - RJ.

VW Fusca 1300 1973

 Logo após ver o Fusca 66, passei por mais esse Fusquinha:

11/02/2020

O 1300 verde Hippie estava fazendo a forração interna em um tapeceiro. A escolha foi de um padrão ao próprio gosto, em detrimento ao original. 

Osvaldo Cruz, Rio de Janeiro - RJ.

terça-feira, 9 de abril de 2024

VW Fusca 1966/2ª série

 Avistei de longe, e já me chamou a atenção:

11/02/2020


Aparentemente íntegro e praticamente completo, primeiro achei se tratar de um 68-70, até por questão de estatística mesmo. Mas olhando os detalhes, o único ponto que me fez levar a crer que fosse um 66 segunda série foi o trinco da tampa do motor. A cor também me parece azul Atlântico, mas nem sempre a tonalidade está exata. A roda traseira que aparece, com tala larga, é fechada (sem "janelas"), usada até o 66 primeira série. Deu pena de vê-lo assim com cara de largado, na calçada, sem placas (menos mau que já tinham sido implantadas as Mercosul, então havia chance de elas só estarem guardadas mesmo), junto a sacos de lixo. Mas pelo estado dele, é muito provável que já estivessem mexendo pra ir acertando tudo. 

Cordovil, Rio de Janeiro - RJ.

VW 1600 "Zé do Caixão" 1970

 Um parêntese na ordem cronológica pra mais um lá de trás, que estava perdido numa pasta de fotos da máquina fotográfica:

09/12/2018

Nesse dia eu tava de Fusca 69 indo pro encontro do ALF Car Club. Curiosamente, apesar de passar sempre por esse prédio, nunca vi esse carro antes nem depois da foto. Essa lateral tá muito bonita e alinhada, sobretudo considerando que a maioria esmagadora desses carros rodaram na praça e foram usados e abusados até o limite. A ausência do retrovisor do carona me agrada também.

Me faz lembrar um Zé do Caixão aqui da Ilha, que foi táxi de 1969 a 1996, depois de alguns anos passou a frequentar os encontros cariocas caracterizado de táxi da época, e que infelizmente trocou de dono e eu nunca mais vi. 

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Revisitando: Ford Belina 1972

 Lindíssima Belina que eu havia visto em 2012, fiquei todos esses anos sem ver, e ressurgiu novamente, exatamente no mesmo lugar. A mais pura sensação de déjà-vu:

10/02/2020


Magnífico interior!

E continua espetacularmente maravilhosa! Uma verdadeira viagem no tempo, exatamente como era quando esses carros eram novos. Sem frufrus, sem nada modernoso, sem invencionices, mas com esse belíssimo e exclusivo toque, que é a grade do Corcel GT, com faróis de milha amarelos. Que esplendor!

E outro detalhe interessante é que em maio de 2020, o proprietário dela entrou em contato, dizendo que era do avô e que está com ele e que ficou muito alegre de encontrar as fotos por aqui! Grande momento. Que barato ver um carro desse preservado nesse nível.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

VW Golf GLX 1998 "placa preta"?!

 Outro ponto que eu não havia reparado era na quantidade de fotos que eu tirava nesse posto, nessa época. Esse foi um caso bizarro:

08/02/2020

Um carro fabricado em 1998, que hoje ainda não está apto à placa de coleção, estava mais longe ainda naquele ano. Era simplesmente uma placa cinza pintada de preto (e bem pintada, por sinal), sem falar no rebaixamento e nas rodas raiadas grandes, que excluiriam a possibilidade do pleito pela placa também. À parte disso, estava bem bonito. Tarjeta de Leme/SP.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Willys Rural 1967, VW Sedan "Oval" 1953

 Mais um dia passeando de carro velho com os amigos, registros legais demais pra não mostrar aqui:

07/02/2020




Tanto a Rural quanto o Fusca já apareceram aqui.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Honda CB400 1984

 Passo com frequência por essa moto, e dessa vez parei pra registrar:

04/02/2020

Bonita, tem placa de coleção, e não é usada diariamente mas eventualmente dá uns giros. Tem placa de São Paulo/SP.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Mazda MX3 1995

 Tirei essa foto sem saber que eu conhecia o dono:

03/02/2020

Daí depois tirei essa:

08/03/2020

Só depois descobri que o carro era dele, e que era seu único carro, de uso diário. Bastante improvável em pleno 2020, não? Ainda está todo original, com suas marcas de uso. Aliás, acho muito bonitas essas rodas.

Postei só outro desse aqui, que vi em 2016, próximo a uma linda arte no muro.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

VW Van 1999

 Sou suspeito pra falar dos furgões, sobretudo os que têm carros comuns - e não caminhões - como base:

31/01/2020

Não me lembro de ter visto muitos Volkswagen Van nem Seat Inca na época, mas são muito interessantes mesmo. Achei que essas rodas Orbital caíram bem nele. Pela placa, o primeiro emplacamento foi em São Paulo.

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...