Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


sábado, 30 de abril de 2011

Oldsmobile 88 Coupé 1954

Agora olha só o que passeava pelas ruas do sul do país no domingo de Páscoa:


Nada mais, nada menos que um Oldsmobile 88 da segunda geração, em uma lindíssima combinação de cor: um tom meio salmão com branco. Nunca tinha visto parecido. Reparem que até o detalhe das rodas é dessa cor! E mais uma vez aparecem as unânimes placas pretas com o ano de fabricação do carro! Não há carro zero hoje em dia que desbanque a elegância de um clássico da década de 50. De quebra, ainda é dotado do desempenho excepcional que todo motor V8 oferece.

Bela voltinha de carro no sagrado domingo de Páscoa!

Flagra fenomenal de autoria do José Nascimento!

Curitiba - PR.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Carros usados no casamento real - Rolls-Royce Phantom VI 1977 + Aston Martin Volante DB6 MKII 1969

Assunto no mundo todo, o casamento entre William e Kate rende conteúdo a qualquer tema. Para muitos apaixonados por carros, o que mais chamou a atenção foram duas das joias automotivas da indústria britânica utilizadas pelos noivos. Seguem as fotos dos destaques:

(Foto: Eddie Keogh / Reuters)

(Foto: John Stillwell / Reuters)

Quanto aos noivos, que estejam juntos até que a morte os separe!

fonte: portal G1

Dupla de Willys Interlagos (1961-1966)

Mais uma em Curitiba, agora mostrando dois Willys Interlagos de uma vez só:


O primeiro, Berlinetta, e o segundo, conversível. O Interlagos foi o primeiro esportivo produzido no Brasil. Sua produção foi de pouco mais de 800 unidades, o que faz dele um carro bastante raro. Esses dois representam bem o modelo! Ficou faltando só um coupé!

Curitiba - PR.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

CBT Javali 4x4 1990

Quando olhei pela primeira vez, logo vi que era algo desconhecido por mim. Com placas de Goiás, ainda admiti a possibilidade de ser algum jipe mais tradicional, com algumas modificações. Fui lá e fiz as fotos:







Pesquisando sobre o veículo, descobri que se tratava de um CBT Javali, um jipe 100% brasileiro. A princípio, a intenção da montadora era produzir um utilitário 4x4 que fosse forte, ágil e nacional. Seus pontos fortes eram o eixo dianteiro, os freios dianteiros a disco, o motor turbodiesel próprio, que facilitava em trilhas mais pesadas e a enorme altura do assoalho em relação ao solo. Embora o custo de produção fosse elevado, o preço de mercado era muito bom prá época.

O problema é que a CBT (Companhia Brasileira de Tratores) era fabricante de... tratores! Portanto, o motor, as bombas injetoras, pedais, caixa de marchas e transferência, carrocerias e outras peças tinham especificações de tratores. Por esse motivo, a motorização mais comum - 3 cilindros turbodiesel (havia também um 4 cilindros sem turbo, muito raro) - possuía desempenho baixo, mas com muito torque em baixa rotação (25,5 kgmf a 1600 rpm!), característica típica de tratores.

Além desses problemas, o Javali tinha problemas com barulho, fumaça, peças sobressalentes e assistência técnica e foi produzido somente de 1990 a 1994. No ano seguinte, a empresa foi à falência. Foi vendido ao exército e produzido em série para os civis, estes com apenas uma opção de cor, o cinza. Estima-se que tenham sido produzidas cerca de 3.000 unidades do jipe, o que faz dele bem raro.

Ah, sim. Quanto ao exemplar da foto, parece que foi estacionado e não sai dali há algum tempo. Dá prá ver alguns indícios. Talvez esteja passando por reparos numa oficina próxima.

Atualização: Encontrei outras fotos dele e comentários no fórum 4x4 Brasil! Lá, ele foi severamente criticado pela "customização" recebida. O teto rígido foi instalado no lugar do teto de lona, o parabrisa ficou mais alto e o carro foi transformado, digamos, em um furgão.

Link pro post do fórum:


Tijuca, Rio de Janeiro - RJ.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Fotos de Época - Adler Trumpf / Opel Admiral em 1938

Mais uma belíssima imagem do acervo de família. Essa, do final da década de trinta.


Um pouco escondidos, é verdade, estão coincidentemente dois germânicos estacionados junto à calçada no centro da cidade do Rio de Janeiro, provavelmente na Av. Rio Branco: um Adler Trumpf e, atrás dele, um Opel Admiral. Um preto, o outro branco.
A Adler ("águia", em alemão) fabricou carros e motos (além de bicicletas e máquinas de escrever) de 1900 até 1957.

Rio de Janeiro - RJ.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Mercury Cougar 1968

Hoje tem carro de placa preta aqui! E é um Mercury Cougar da primeira geração (1967-1970):



Não sei dizer qual o tamanho do motor que faz esse carro andar, mas todos os Cougar dessa geração vinham equipados com V8. Marcou época, tendo sido eleito o "Carro do Ano" de 1967 pela revista norte-americana Motor Trend. Pelo que a gente vê nas imagens, esse veículo tá impecabilíssimo, em cada detalhe. Tudo muito novo, brilhando.
Acredito que o ano de fabricação seja o que diz o número da placa, 1968. Só que essas rodas estão me intrigando, porque parecem ser do 1967. Será que a placa induz ao erro? Alguém mata essa?

Grandiosa contribuição de Leonardo Laipelt, do blog "CR3D".

Nova Santa Rita - RS.

sábado, 23 de abril de 2011

Morris Minor 1000 Traveller

Esse é pros que estavam sentindo falta dos carros antigos!

Andando pela rua, vi esse carrinho estacionado com cara de triste e fiquei de orelha em pé:



Nunca tinha visto um e achei extremamente simpático, fui com a cara dele. Mas de cara vi também que ele precisava de um bom trato prá voltar a seus anos de glória. Não tá com toda pinta de abandonado, mas alguns podres na lataria indicam que não deve receber a manutenção adequada e não deve rodar com tanta frequência assim.

O modelo foi fabricado de entre 1952 e 1971. Desde o lançamento até o ano de despedida, nada mudou muito. Seu desenho sempre se manteve com a mesma base. Não consegui precisar o ano exato de fabricação desse daí. Mas há algumas evidências que apontam uma noção no tempo: a posição extraordinária dos retrovisores; o formato e tamanho dos piscas dianteiros; a grade e os limpadores de parabrisa virados ambos pra esquerda asseguram que é entre 1963 e 1969. Carrinho charmoso!

Milão, Itália.

Ferrari 360 Modena Spider (1999-2004)

Como vocês podem ver, é tempo de Ferrari por aqui... E das conversíveis, pelo jeito. Mas prá quebrar o protocolo, a cor da carroceria é prata:

A primeira que não é vermelha, a primeira que foi clicada em movimento e a primeira fora da Europa! Essa foi a sucessora da F355, que protagonizou o post anterior.

Mais uma colaboração do leitor e amigo João Marcos Bomfim.

Estados Unidos.

Ferrari F355 Spider

Aproveitando o embalo da Ferrari registrada através de vídeo em Paris, mostro a vocês uma outra fotografada na Europa, só que lá no norte:


A clássica F355 Spider, e ainda por cima de capota aberta! Belíssimo míssil italiano, na cor mais representativa da marca. E, levando-se em conta que o modelo já parou de ser produzido há mais de uma década, essa representante mostra ser muito bem tratada. Também, cá prá nós, quem tem uma "macchina" dessa usa muito pouco, né?

Ah! Quem reparou na placa? Toque de classe!

Norte da Europa? Só podia ser dele: Leandro Guimarães!

Helsinki, Finlândia.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Ferrari F430 Spider

E mais vídeo!

Esse mostra uma Ferrari F430 registrada nas ruas de Paris!


Por incrível que possa parecer, foi a única Ferrari que eu flagrei na viagem... Mas já valeu!

Flagra engraçado! Ford Mustang Shelby GT500

Reparem na reação desse menino quando se depara com um Mustang Shelby GT500 na rua...


Esse daí pegou o espírito do blog, só que passou do limite quando ouviu o ronco do V8 e se empolgou demais!

quinta-feira, 21 de abril de 2011

VW New Beetle Caranguejo!

Enquanto isso, em Vitória - ES...


Pelo menos cumpre com a proposta, né, que é "chamar a atenção"!

Kaiser Estanciera

Sejam bem-vindos ao post 150!

Produzida pela IKA (Industrias Kaiser Argentina) de 1957 a 1970, a Estanciera é a Rural Willys dos nossos hermanos. Ainda se vê algumas lá por aquelas terras, mas ainda assim é interessante se deparar com uma que não esteja totalmente destruída. Essa daqui, fotografada em uma rua portenha, tá no meio do caminho:




Não tá nenhum primor de conservada, mas até que a carroceria, ainda que se note um ou outro podre, não tá muito baleada. Recebeu pintura fosca e rodas não-originais, mas que são comuns no modelo. O interior é que tem bancos genéricos e castigados... Não saberia precisar o ano de fabricação da unidade flagrada. Se houver algum leitor expert que saiba, por favor se manifeste!
Em uma análise final, não é nenhum carro que faça arrepiar o braço ao ser visto na rua. Mas vale o registro!

Mais uma colaboração de Osvaldo Augusto!

Buenos Aires, Argentina.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Exclusivo! Scooby-Doo faz revisão no carro para viajar no feriadão!

Por essa ninguém esperava! Mas, afinal de contas, Scooby e sua turma também têm direito de viajar a passeio na semana santa, não é verdade? Mas parece que Freddie esperou o carro quebrar pra então levar à oficina...


"O carro do Scooby Doo quebrou."

A máquina foi flagrada aparentemente em frente a uma oficina sendo reparado. Uma das calotas pelo menos está faltando. A "Mystery Machine" foi feita a partir de uma Volkswagen Eurovan, muito comum na Europa mas encontrada em menor número no Brasil. O trabalho foi bem feito, diga-se de passagem.

Prá ilustrar a postagem e facilitar a comparação, essa é a imagem da van "original":


Flagra interessante feito pelo Cacá Guimarães!

São Caetano do Sul - SP.

Brincadeiras à parte, fica a dica, galera! Quem for viajar de carro no feriado, prá garantir a segurança e tranquilidade não só da família, mas de todos que trafegam na estrada, faça uma revisão completa no carro, verifique se está tudo okay, todos os itens de segurança, pneus, água e óleo do motor, depois ponha as malas no carro, abasteça (e gaste uma pequena fortuna) e boa viagem!

DKW Candango 1959 / DKW Belcar 1963

Depois do DKW Candango do álbum de família que foi postado aqui, eis que meu amigo, nosso leitor Gustavo, encontra essa romântica cena em um estacionamento e o traz à tona novamente:




Uma simpática dupla de DKW! Se tem sido duro encontrar um desse pela cidade - seja ela qual for - nos dias atuais, imagina um par de representantes da montadora brasileira. E que nos enche de orgulho, tamanho é o cuidado com que eles certamente são mantidos. Proprietários de parabéns, alto nível. O teor de originalidade do Belcar é ótimo, e o Candango, apesar das rodas modernas e do engate, tem a sua base muito bem preservada. Não duvido que seu dono esteja em busca das rodas autênticas e outros detalhes.

Uma rara e bela cena em uma tarde carioca.

Valeu por mais essa contribuição, Gustavo Machado!

Rio de Janeiro - RJ.

Aproveito a volta ao assunto prá compartilhar com todos esse breve documentário de época do nosso jipe DKW:


terça-feira, 19 de abril de 2011

Hyundai Santa Fe GLS 4WD V6 2004

A Hyundai tem sido sucesso absoluto de vendas nos últimos anos pelo Brasil afora, seus modelos principais estão na boca do povo. Mas o que muita gente não sabe, outros não se lembram, é de que nem sempre a montadora coreana viveu um mar de rosas em terras tupiniquins. Até se estabilizar, passou por um período nada badalado, de certo ostracismo. Tempo em que os coreanos eram vistos com desconfiança e tinham fama de não valerem nada.
Todos conhecem a versão atual da Santa Fe, por exemplo. Mas e a da foto abaixo? Já viram?


A semelhança com o "nosso" Tucson é gritante, em todas as partes do carro. A frente é idêntica. Esse é da época em que o modelo não tinha vindo para o nosso mercado, portanto creio que seja um carro que já pertenceu a algum consulado ou foi importado independentemente. Trata-se de um GLS V6, a versão top de linha. Nunca vi outro igual perambulando pelo Brasil.

Agradecimentos à minha namorada e assessora, que estava comigo e fez o registro!

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

Atualização (25/07/11): Encontrei ela estacionada e fiz fotos mais detalhadas prá vocês conferirem! Deem uma olhada:








Espero que curtam! :)

Carros rodando no Brasil com placas de longe - destaque: VW Scirocco!

O "Flagra no Twitter" desta terça-feira não mostra apenas um, mas três registros de perfis diferentes. Eles mostram carros com placas de outros países. Mas o ponto é que não são nações vizinhas à nossa, tampouco são próximas daqui. Confiram:

1. Prá começar, o mais impressionante, uma vez que se trata de um carro que não é vendido no Brasil! O Volkswagen Scirocco rodava em Goiânia, mas com placas da Espanha, e foi clicado hoje por Johnatan Pinheiro:


"Taii um carro da #VW q nunca imaginei aqui em#Goiânia : #Scirocco .. isso foi hoje! xD"

2. Também em Goiânia, uma Mercedes-Benz C200 Estate com placas de Andorra (que fica entre França e Espanha) foi flagrada por Adriano Marquez:


"Andorra existe? Existe! E ainda tem carro de la circulando aqui em Goiania!"

3. Já em Porto Alegre, o Honda Accord abaixo foi clicado por Tuane Napora, exibindo placa do Texas e com uma bandeira da Nova Zelândia na traseira:

"EU DISSE QUE TINHA UM CARRO/PLACA DO TEXAS ANDANDO POR PORTO ALEGRE!! TAI O O MALUCO o.0"

Muito interessantes, os achados! Alguém tem uma explicação prá esses carros de países tão distantes estarem aqui, com as placas de seus respectivos lugares? Alguma justificativa para a reincidência de Goiânia? Não é todo dia que se vê, né!

Agradecimentos a Tuane, Adriano e Johnatan!

Mercury Custom Coupé 1949

Para tudo que essa postagem não tá prá brincadeira, não. Não é necessário perguntar se estão todos sentados, uma vez que é natural que se esteja nessa posição diante da tela de um computador. Mas, todo caso, fica a dica. Galera, sem conversa fiada, vê se isso é carro que se encontre no mais natural cotidiano:

"Saca só o carrão em frente ao Iguatemi"

Não vou nem medir esforços prá constatar que esse é o flagra mais magnífico subtraído da rede social do passarinho. Isso é carro que se vê em filme, em desenho animado, encontro de carros antigos, competições... e ainda assim já chama muito a atenção! O que dirá em solo brasileiro, na rua a passeio. Não só pela elegância do modelo, mas pelo estilo grosseiro que lhe foi aplicado. Pintura fosca, pneus de banda branca, rodas e interior na cor cobre. Parece que está em processo de restauração ainda, a julgar pela aparente ausência dos vidros. Seu teto original foi rebaixado. Um espetáculo de design do final da década de 40!

Flagra homérico de autoria do Peterson Kujawinski!

Porto Alegre - RS.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Nissan GT-R

O flagra da vez é esse daqui:


"Um Nissan GT-R zerado em bc! Achei que nunca ia ver um desse ao vivo! É animal o carro!"

Como vocês devem imaginar, embaixo da imagem são palavras do autor da foto!

Sonho de consumo de muitos dos apaixonados por carro, sobretudo aqueles que são apaixonados também por velocidade, o Nissan GT-R tem motivos de sobra para estar nessa condição. Dotado de um propulsor 3.8 DOHC V6 que faz gerar mais de 470 cavalos de potência, capazes de levar o bólido japonês a 311 Km/h!

Foto feita pelo Carlos Kraemer!

Balneário Camboriú - SC.

Mercedes-Benz 240D 1976

E essa é a décima Mercedes a estacionar nesse espaço virtual!


No caminho prá faculdade, me deparei com essa cena incomum acima. No dia-a-dia costuma ser mais difícil ver esses carros rodando em vias movimentadas e de trânsito intenso. A cor da carroceria, bege - que inclusive é a mesma do interior - me chamou muito a atenção. Até as calotas também têm a mesma cor. Saquei a câmera e pronto, fiz a foto do jeito que deu!

O interessante é que não é somente mais uma representante antiga da marca alemã. Seu motor a diesel entrega que se trata de uma versão que não foi produzida pro nosso país. Provavelmente, já serviu a algum consulado ou é fruto de importação independente. Apesar de um pouco sujo, aparenta ter um proprietário zeloso e detalhista.

Linha Vermelha, Rio de Janeiro - RJ.

domingo, 17 de abril de 2011

Wiesmann MF 4 GT Coupé 2008

Vou ser sincero com todos vocês. Nunca tinha ouvido falar nesse carro que vos apresento:




Na mesma concessionária Porsche em que eu encontrei aquele Triumph 1948, estava exposto esse esportivo com cara de poucos amigos. Fiquei curioso.

Feito o registro, fui atrás de informações relevantes. Graças a pesquisas que sempre tem como base o Google, descobri que se trata de uma marca alemã que produz carros manufaturados desde 1985. Fiquei sabendo ainda que esse distinto carro conta com propulsor de 4.8 L proveniente da BMW (N62) e que gera 367 cv! Nada mau! Tem tração traseira e câmbio manual de seis marchas. Sua carroceria é feita de fibra de vidro reforçada. Quanto ao design dela... magnífico!

Milão, Itália.

Ah, prá quem gostou, ele está à venda. Pode-se ver o anúncio no site da loja, clicando AQUI.
Ano 2008, 13.000 Km rodados. O preço? Nada mais, nada menos que 105.000 €... Que tal?

Ford Ranchero 1977

Acostumada com carros mais compactos e discretos, a Cidade-Luz normalmente não tem um carro dessa estirpe circulando por suas ruas:



Muito mais comum de se ver pelas avenidas norte-americanas mas raramente flagrado perambulando por países europeus, tudo leva a crer que essa Ford Ranchero muito bem conservada e original foi o carro adotado por uma rede de bares-restaurantes com o intuito de chamar a atenção. Toda adesivada com referências e logotipos da empresa, vermelha e de porte largo, não é tarefa difícil fazer torcer o pescoço daqueles que por ela passam. Lógico que, comigo, não foi nem um pouco diferente. Ao lado de um ponto de encontro de descendentes de chineses (como é possível notar em uma das fotos), me senti na obrigação de sacar a câmera e efetuar o registro desse norte-americano no Velho Continente.

Paris, França.

Bentley 4 ¼ Litre Gurney Nutting Sedanca Coupé 1937

Continuando com um veículo dos bem antigos, aqui vai mais um cheio de garbo e elegância:



Esse daí foi clicado em uma exposição de carros em um hotel de Las Vegas. Até pelo fato de estar exposto num evento desse, já dispensa qualquer comentário que envolva a aparência e estado de conservação desse senhor carro, cuja cor da carroceria é o "Light Green" ou, simplesmente, "verde claro". E o que dizer do emblema que ele carrega, representando sua marca?
Foram produzidas 1241 unidades desse modelo. Não é um carro qualquer, de fato.

Colaboração do leitor e amigo João Marcos Bomfim.

Las Vegas, NV; Estados Unidos.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Ford A Standard Phaeton 1929

Talvez essa seja a publicação mais fantástica deste modesto ponto de encontro dos apaixonados por carros:





Não é simplesmente um carro do final da década de 20, produzido por uma empresa norte-americana no ano do crack da Bolsa de Nova Iorque, é um marco de peso no mundo automobilístico. Quanta história tem esse carro, e quão difícil é encontrar um desse, sobretudo nesse estado impecável de conservação, com o estofado vermelho e ainda por cima conversível. Show à parte! E, só prá ficar tudo ainda mais magnífico, ainda ostenta a placa com seu marcante ano de fabricação: 1929.

A raridade estava exposta em uma concessionária de Botafogo, no Rio de Janeiro, e foi clicado por um grande amigo e leitor do blog, que não hesitou em sacar o celular e fazer as fotos! Não sei dizer se o carro ainda esta à venda, mas fica aí o número de contato em uma das imagens.

Incrível contribuição do meu camarada Valter Maciel!

Botafogo, Rio de Janeiro - RJ.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...