Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Dodge Dart Coupé 1975 e o comercial do Novo Fiesta 2014

Esse é totalmente mau! Como se não bastasse o porte assustador, as rodas esportivas pretas e a pintura em preto fosco ainda potencializam esse efeito!


Muito bonito e muito imponente... Nesse caso, a placa preta não se encaixaria adequadamente à configuração do carro, mas o carro é de cada um e cabe ao proprietário optar ou não pela tentativa de obter a placa de coleção. O fato é que isso não tira a beleza e classe dessa máquina!

Flagra do Denis Rojas Leonardo!

São Paulo - SP.

Utilizando esse flagrante do leitor como um gancho, na verdade o foco é o seguinte: é impossível, nessa época atual, não fazer nenhuma referência do carro da foto à famigerada propaganda do novo Ford Fiesta, em que uma barca dessa é simplesmente destruída em uma perseguição ao lançamento da marca do oval azul. Recebeu críticas severas de vários entusiastas de carros, sobretudo dos antigomobilistas, além de mostrar o que não corresponde à verdade: convenhamos, a potência de um Dodge e seu motor V8 não se compara à do novo Fiesta... 


Abaixo, segue o vídeo:


E aí, qual a opinião de vocês sobre esse comercial? Exagerado? Desrespeitoso? Mentiroso? Dê sua opinião!

68 comentários:

  1. Anderson Kasperavicius (via facebook)30 de agosto de 2013 00:09

    E uma mercedinha CLC na frente kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Andre Luiz Correa (via facebook)30 de agosto de 2013 00:09

    Um tiro no pé ... vão perder clientes,eu acho.

    ResponderExcluir
  3. Leonardo Di Salvio Teixeira (via facebook)30 de agosto de 2013 00:09

    A única comparação que dá pra fazer com esse comercial seria fazer um comercial de relógio Technos, ou outro comum, onde se destrói a marretadas um Rolex dos anos 70..Respondido??

    ResponderExcluir
  4. Anderson Kasperavicius (via facebook)30 de agosto de 2013 00:10

    Achei a propaganda da Ford de muito mal gosto se bem que fizeram isso com o Maverick na propaganda da bosta do Ford KA,carro feio da p..............

    ResponderExcluir
  5. Flávio Evangelista (via facebook)30 de agosto de 2013 00:16

    Destruíram um Dodge e isso é um crime!

    ResponderExcluir
  6. Fernando Dos Santos (via facebook)30 de agosto de 2013 00:16

    Forçaram meio demais !!mas assim como a propaganda da nova S10 rebocando uma f4000 ,pq não pegaram uma d20 ou uma d40 ???? :P

    ResponderExcluir
  7. Anderson Kasperavicius (via facebook)30 de agosto de 2013 00:17

    Essa moda de esculhambar carros clássicos é dose,eu particularmente não gosto destes carrinhos de plásticos

    ResponderExcluir
  8. André Grigorevski (via facebook)30 de agosto de 2013 00:17

    Bobeira. É só uma propaganda.

    ResponderExcluir
  9. Anderson Kasperavicius (via facebook)30 de agosto de 2013 00:17

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Evandro Tatuagem (via facebook)30 de agosto de 2013 00:18

    Propaganda enganosa!!!! Dodgao ever!!!

    ResponderExcluir
  11. Fernando Dos Santos (via facebook)30 de agosto de 2013 00:23

    Acham isso uma judiaria !! Então olhem o filme do General Lee em dvd e assistam o making of ,foram destruidos uns 15 dodges para gravar o filme !!! :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é por ter destruído. A revolta é colocaram o charger num papel humilhante e o erro nisso é que o brasileiro adora carro de maneira quase geral quem adora carro tem um carinho e admiração toda especial pelos clássicos. Defenitivamente o comercial não agradou e ponto.

      Excluir
  12. Anderson Kasperavicius (via facebook)30 de agosto de 2013 00:23

    Verdade assisti esse filme

    ResponderExcluir
  13. Denis Rojas Leonardo (via facebook)30 de agosto de 2013 00:23

    sou mais os classicos!

    ResponderExcluir
  14. André Grigorevski (via facebook)30 de agosto de 2013 00:23

    Bem lembrado... Ou pesquisem quantos Plymouth Fury foram destruídos pra filmar "Christine".

    ResponderExcluir
  15. André Grigorevski (via facebook)30 de agosto de 2013 00:31

    Aliás... sobre a foto... impressão minha ou o Dodge está com PP?

    ResponderExcluir
  16. André Grigorevski (via facebook)30 de agosto de 2013 00:32

    Vergonha alheia.

    ResponderExcluir
  17. Tiago Taddei (via facebook)30 de agosto de 2013 00:37

    esse é o verdadeiro preto fosco , e não essa bichisse de envelopar carro

    ResponderExcluir
  18. Marcelo Dos Anjos (via facebook)30 de agosto de 2013 00:47

    O carro é lindo. Mas infelizmente outro exemplo de Placa Treta...

    ResponderExcluir
  19. Acho q so fizeram um favor a humanidade: menos um carro velho poluindo o mundo!

    Obrigado Ford!

    ResponderExcluir
  20. A FORD é empresa consciente igual a natura. Tirando os carros velhos que estão poluindo a cidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pare de cagar e de falar tb. vc está poluindo tudo em volta.

      Excluir
  21. Show essa Mercedes!!
    Pena que quem bateu a foto não focalizou ela e bateu mal a foto.

    ResponderExcluir
  22. Nando Sentier (via facebook)30 de agosto de 2013 21:25

    olha ele aki

    https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/1208966_300185333456757_1891615632_n.jpg

    ResponderExcluir
  23. LU JU Pety Nina (via facebook)30 de agosto de 2013 21:25

    jamais um fiesta vai buscar um dodge (mesmo que este esteja baleado). é um motorzão.

    ResponderExcluir
  24. Yuri Nauan (via facebook)30 de agosto de 2013 21:25

    quando vi a porra daquele comercial mentiroso só faltei quebra a tv o fiesta nunca pegara e nunca chegara perto do dodger charger com aquele 1.seila

    ResponderExcluir
  25. Rogério Showcarms Vida Automotiva (via facebook)30 de agosto de 2013 21:25

    Judiação...

    ResponderExcluir
  26. João Pires (via facebook)30 de agosto de 2013 21:26

    Bom Dia,inadequado e absurdo só um bando de retardados colocar um Kinder Ovo passando um Mopar!Ridículo!

    ResponderExcluir
  27. Luiz Furtado (via facebook)30 de agosto de 2013 21:26

    O cara que fez esse comercial e um grande idiota de destruir um dospoucos que ainda sobreviveram .

    ResponderExcluir
  28. Marcelo R. Scarpari (via facebook)30 de agosto de 2013 21:26

    É só um comercial e é só um carro antigo provavelmente sem doc que eventualmente seria picado pra vender as peças ou ficaria em algum lugar pra apodrecer... vamos cessar a viadagem.

    ResponderExcluir
  29. Daniel Fernanda V G (via facebook)30 de agosto de 2013 21:27

    Não deixara de ter um Fiesta por isso, afinal eu curti o carro em si, mas a Ford deu uma bela de uma canelada nos antigomobilistas em geral, ainda mais se tratando de uma marca respeitada no meio com seus Mavericks,Galaxies,Corceis,Del Reis,F-100 e XR3 (no Brasil)...
    Digo por mim, um feliz proprietário de um Galaxie 500 68, achei exagerado o comercial.

    ResponderExcluir
  30. Wagner Lanes (via facebook)30 de agosto de 2013 21:28

    O comercial foi produzido pra ser exagerado, assim dando ênfase ao Fiesta. Toda a produção foi feita para que fosse parecida com um filme policial americano, onde os "muscle cars" sempre estão em perseguições, e sempre são destruídos. Sinceramente não entendo essas campanhas que o povo anda fazendo contra as empresas e seus comerciais, não feriram a moral nem a honra de ninguém, é apenas um carro, sim, um belo exemplar, mas ainda assim um carro, que possivelmente foi resgatado de um desmanche ou garagem, já podre, recuperado o suficiente para a gravação. Sou publicitário e entendo um pouco sobre a questão, e não me conformo com esse tipo de atitude radical da população com uma campanha publicitária. As fábricas querem vender, e pra isso empregam o que for preciso para tal.

    ResponderExcluir
  31. Rogério Barreto (via facebook)30 de agosto de 2013 21:28

    É bem parecido com o carro do personagem Pablo em Faroeste Caboclo.

    ResponderExcluir
  32. Clayton Morais (via facebook)30 de agosto de 2013 21:28

    Uma verdadeira Bosta de comercial...pra uma bosta de plastimóvel que daqui 10 anos vai ta caindo os pedaços com os plasticos ressecados.....esse vai ser a eterna piada da Ford, um V8 sendo superado por um 1.fraco...kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  33. Clayton Morais (via facebook)30 de agosto de 2013 21:29

    E viadagem é destruir um ícone da nossa industria, que mesmo sem documentos e podre eu queria pra mim Marcelo... desde criança queria um Dodge e ainda não tenho, e esse bando de viado aí destruindo...pqp

    ResponderExcluir
  34. Marcelo R. Scarpari (via facebook)30 de agosto de 2013 21:29

    Ah vá vá vá que destruiu o que... eu já capotei uma picape mais feio que aquele dodge e restaurei o carro aqui no quintal de casa nos fins de semana com meu pai hahahahaha

    ResponderExcluir
  35. Henry Chinaglia Filho (via facebook)30 de agosto de 2013 21:29

    O Dodge é infinitamente mais carro mesmo, Só que o desempenho daquele carro de 40 anos atrás é idêntico ao do Fiestinha descartável. (0-100 em 12s e final de 190 - ambos originais) Não vamos nos iludir....
    E realmente foi sacanagem destruir (ou pelo menos amassar muito o Dart - afinal deixa de ser original). Podiam ter colocado efeitos digitais que ninguém ia reclamar.

    ResponderExcluir
  36. Clayton Morais (via facebook)30 de agosto de 2013 21:29

    Parabéns Marcelo, quem sabe vc pega esse Dodge e faz ele voltar a vida tbem....

    ResponderExcluir
  37. Luiz Antonio Matta Machado (via facebook)30 de agosto de 2013 21:30

    Já destruí pelo menos uns 10 desses. Nos anos 80 devo ter destruído uns 20´Gálaxies no mínimo, em cenas de cinema e tv e só fazendo essas cenas de batida e capotagens. Mas naquela época, ninguém os queria, nem de graça, não valiam uma dúzia de bananas podres. Todos aqui sabem disso.

    ResponderExcluir
  38. Carlos Alberto Dib (via facebook)30 de agosto de 2013 21:30

    E se fosse um Opala ?

    ResponderExcluir
  39. Tiago Pereira (via facebook)30 de agosto de 2013 21:30

    Pois fez a Ford muito bem. Lugar de carro velho é no ferro velho. Pena foi não destruírem mais pra gravar o comercial.

    ResponderExcluir
  40. Alberto Barreto (via facebook)30 de agosto de 2013 21:31

    No coments...

    ResponderExcluir
  41. Roberto Mario Moreira Lopes (via facebook)30 de agosto de 2013 21:31

    Desrespeito com o Dojão,carrinho de criança x carro de homem.

    ResponderExcluir
  42. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 21:31

    Que bando de otários.... Nem vou comentar o que esses infelizes disseram.. Bando de moleques babacas. Qualquer um que ama carros sabe que uma merdinha de Fiesta NUNCA vai ser mais carro que um Dodge, e menos ainda andar mais, como mostrado nesse ridículo comercial nojento, feito, obviamente, por outros moleques idiotas recém-formados que não entendem NADA de carros.

    ResponderExcluir
  43. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 21:32

    Sem contar que esses lixos com motor e cabeçote de aluminio são totalmente descartáveis. Pifou, ferveu, já era, não tem conserto, não tem retífica, só trocando a peça. Quero ver uma bostinha dessas inteira daqui há 20 anos. Nem motor, nem lata, nem merda nenhuma.

    ResponderExcluir
  44. Fábio André Silveira (via facebook)30 de agosto de 2013 21:32

    Ok, é só um carro velho , mas joga um contra o outro pra ver qual amassa mais , o difícil vai ser achar um corajoso pra pilotar o carrinho da playmobil.

    ResponderExcluir
  45. Clayton Morais (via facebook)30 de agosto de 2013 21:32

    Alex Gouveia e Fabio...disseram tudo...parabens..faço das suas palavras as minhas.....

    ResponderExcluir
  46. Ora o que mais!? É mais uma tentativa de colocar os carros antigos em posição de lata velha, entulho, coisa ultrapassada, etc e etc.

    ResponderExcluir
  47. Rodrigo Maluhy (via facebook)30 de agosto de 2013 23:13

    Bom,opinião é igual bunda,cada um com a sua,mas vamos raciocinar friamente e imparcialmente: é chato ver um antigo sendo destroçado,MAS é um comercial,não tiraram um carro de uma coleção para o destruir; realmente o comportamento dinamico de um Dart comparado com vários carros 1.6 o deixam em desvantagem,principalmente em frenagens e estabilidade;se vc bater com esse carro em um poste a 60 por hora vc morre, num carro moderno as chances de sobrevivencias são muito maiores,hoje temos coluna de direção retrátil,carroceria com deformação progressiva,air bags,etc;Se fosse um Gol GTS sendo perseguido pelo Fiesta os apezeiros estariam revoltados,é assim mesmo,ninguém gosta de ver seus favoritos sendo esculachados...

    ResponderExcluir
  48. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 23:13

    Tb nem a pau que esse Fiesta pegaria um Gol GTS.

    ResponderExcluir
  49. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 23:14

    Ok, vamos analisar friamente. É lógico que a modernidade tem seus méritos. Antigamente, nem pensar que um carro com motor 1.6, mesmo com duplo comando, teria 130cv. Temos como exemplo o Alfa Romeo 2300. Tudo bem. Só que, para um motor atual atingir essa potência, além da tecnologia em comandos, aprimoramentos e injeção, o fato dele ser em aluminio, que dissipa melhor o calor e ajuda a gerar uns cavalinhos, cobra seu preço. Como as peças nesse material não dão retífica, não é possivel o reparo, só a substituição. E, assim, todos ficam felizes. A montadora, por fazer um motor "avançado", os fabricantes de peças, por venderem mais coisas, além de pistões, bielas e comandos, e a imprensa, por ter mais "coisa" pra falar. Todo mundo fica feliz, menos o proprietário, se for fazer as contas friamente.

    ResponderExcluir
  50. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 23:14

    Mas, é claro, em termos de estabilidade, carro americano nunca foi e talvez nunca seja exemplo de estabilidade......rsrsr Salvo algumas raras excessões, como os esportivos mais modernos.

    ResponderExcluir
  51. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 23:15

    Agora, outra "burrice" no meu entendimento é fazer um motor que não é grandemente potente nem torcudo em conjunto com um câmbio automático, ou semi-automático, sei lá que merda usa. Mas, talvez seja proposital, visando a durabilidade do motor. É o que eu quis dizer, uma coisa leva a outra, se eu tiver certo. Motor "atual", câmbio "manso", carro que não dá pra "sentir". Traduzindo: modernidade=chatice.

    ResponderExcluir
  52. Rodrigo Maluhy (via facebook)30 de agosto de 2013 23:15

    Qto a isso,100% contigo,trabalho com MBs,prefiro as velhinhas,tem mais alma...prefiro 5 antigas de 30 mil do que uma nova de 150...

    ResponderExcluir
  53. Clayton Morais (via facebook)30 de agosto de 2013 23:15

    No fundo da minha ignorancia, o 1.6 puxando poucos kilos de plastico e latinha de cerveja tem mesmo um desempenho melhor que um V8 puxando mais de uma tonelada de ferro. Intao tire o motor 1.6 e o v8 e coloque num caminhão carregado e suba um morro

    ResponderExcluir
  54. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 23:27

    É isso o que eu tava pensando agora. Se vc pegar um Mille Economy, dos novos, e colocar do lado de um Opala 4 cilindros original, o Mille dá um pau nele facinho, tanto em arrancada, como em final. Até que é um carro bem espertinho, já tive a oportunidade de guiar um. Como tb tive uma experiência com um Opala cupê 4 cilindros, mas este tinha um "veneninho" leve: câmbio no assoalho, carburador duplo, cabeçote e álcool no tanque. Portanto, não serve como exemplo, mas deu pra sentir mais ou menos um e outro. Agora, pra saber mesmo quem leva vantagem, no meu ver, teria que colocar os dois motores em carros exatamente do mesmo peso. Pq é covardia um Mille levinho contra um Opala pura lata pesadão, não acham?

    ResponderExcluir
  55. Alex Gouveia (via facebook)30 de agosto de 2013 23:43

    Ow, Clayton, vc que curte um Landau, já viu essa?

    http://maharpress.blogspot.com.br/2011/05/aberracao-automoiva-landau-com-motor-de.html

    ResponderExcluir
  56. Rodrigo Maluhy (via facebook)30 de agosto de 2013 23:47

    Na verdade fazer ao contrário é que fica bom,hehehehe,motorzão em carrinho....tipo assim,ó: http://www.youtube.com/watch?v=6823Hz8hPoQ

    ResponderExcluir
  57. Alex Gouveia (via facebook)31 de agosto de 2013 12:45

    Bom dia amigo Alex Gouveia...já vi sim essa aberração, deve ter um desempenho ótimo né???hehehehe

    ResponderExcluir
  58. Fábio André Silveira (via facebook)31 de agosto de 2013 12:45

    Landau com motor de chevette , e que tal um chevette com 302?

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=253752571379356&set=a.242776865810260.59523.100002338461799&type=3&theater

    ResponderExcluir
  59. Joao Victor Pinheiro1 de setembro de 2013 11:04

    O comercial foi produzido para ser polemico... chamar atencao... e cumpriu seu objetivo pelo visto. Particularmente acho os Fiesta ridiculos... desde o primeiro até os 2014... mas existe gosto e mercado para tudo, por isso tem seu lugar ao sol.
    Agora... pode estar certo de que... daqui a 40 anos... ninguem vai fazer comercial utilizando um Fiesta 2014 como coadjuvante...
    Abs. a todos!

    ResponderExcluir
  60. Não é um Dodge Dart e sim um Charger R/T ano/modelo entre 1975 e 1977. 1978 foi o único ano em que ele saiu sem aqueles ridículos enfeites no capô !. MALDADE essa comparação entre carros com 36 anos de diferença de fabricação, mas acredito que o Fiesta alcançaria mesmo o Charger R/T !. Hoje, um carro 1.0 anda MAIS que um carro 1.6 dos anos 80. Se for com motor VW 1.6 a ar, é até covardia !. Tá certo que muitos velhões foram abandonados, MAS...A bordo de um Charger R/T vc aparecia MAIS nos anos 70 e 80, do que num Ford Fiesta HOJE, leva á mal não !.

    ResponderExcluir
  61. Os caras que fizeram este comercial deveriam apanhar de remo de pau para aprenderem a fazer propaganda, o objetivo eh vendas ou polemica???Se eh vendas erraram feio o que a Ford queria mas não ira conseguir, pois gerou muita indignação a proprietarios e amantes de carros classicos, hot's e outros. Teriam que ter inteligencia para fazer historia com o produto que tem mas querem usar a historia do carro que por muitos anos foi o muscle car de maior cavalaria do Brasil, para pegarem carona no incrivel sucesso, me desculpem o desabafo mas era antigo proprietario de um focus, e coloquei a venda depois que vi o comercial ja adquiri outro veiculo de outra marca mas meu Dodge Charger 1970 esta na garagem para qualquer desafio a proprietarios de Fiesta que se incomodem com os comentarios!!!!

    ResponderExcluir
  62. eles poderiam apenas fazer o comercial com as qualidades do carro, sem desmerecer outro veículo. simples

    ResponderExcluir
  63. a porcaria do new fiesta nao acompanha nen o meu DODGE POLARA 77... ser mais rapido que um DART ou CHARGER R/T ....
    so no sonho do F.D.P ...que fez a porcaria deste comercial ....
    nao trocaria o meu DODGE POLARA 77 por fiesta algum deste mundo....

    ResponderExcluir
  64. Também tinha visto esse comercial e fiquei espantado! Pegaram logo um carro clássico, um dos poucos remanescentes e fizeram uma p&*$#@ com ele... Ele está meio "trepado": é um R/T entre 73 e 77 com a as raras e CARAS lanternas dos 72 para baixo, com as flautas no capô dos anos que citei por isso comprova, pois o 78 veio sem as flautas, mas em perfeito funcionamento e integridade!! Só o preço dele nesse estado, seria igual ou até mais do que mostrou desse "prástico" aí do comercial que nem quero dizer o nome. Não é atoa que ficou pouco tempo no ar.

    Tiago

    ResponderExcluir
  65. Os carros "mudééérnus" de hoje podem até ter a mesma velocidade final dos das antigas, mas JAMAIS darão o mesmo prazer de dirigir e nem a mesma sensação de torque disponível a todo instante.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...