Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


sábado, 9 de março de 2013

Jeep Willys 1960

Uma joia, esse jipinho! Também vi hoje, logo cedo... Primeiramente, ele passou do outro lado da pista, sem chance de fotografar! Depois, pra minha alegria, estava na calçada por onde eu passava, prestes a entrar na garagem depois do passeio...











Seu proprietário, muito simpático, conta que ele acabou de ser restaurado do zero. O carro foi completamente desmontado, em todas as partes. Pertencia a seu pai, que tirou o carro 0Km em 1960. Com seu falecimento, em 2005, o carro, que já estava meio caidinho, foi a inventário e ficou parado por um tempo. O serviço de restauração não poderia começar, se não houvesse a certeza de que tudo seria feito da maneira mais perfeita, pra deixar o carro impecável. Em 2010, mãos à obra: tudo foi devidamente desmontado e remontado com o objetivo de chegar à configuração mais original possível. Depois de muito trabalho e dedicação, recentemente o jipe ficou pronto e o resultado vocês conferem nas fotos... 

Agora, os próximos passos são se associar ao clube do Jeep e correr atrás da placa preta! Cá pra nós, essa placa de colecionador vai vir fácil!

Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ.

15 comentários:

  1. Parabéns ao proprietário pelo capricho da restauração, com detalhes muito bem executados. Placa preta é pouco para esse!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora na resposta. Obrigado pelo comentário. Realmente a restauração foi feita em mínimos detalhes por um profissional muito qualificado, que só trabalha com jeeps. Nada escapou. Tudo foi desmontado até se chegar no chassis. Tudo foi limpo, inspecionado, reparado quando era o caso, peças trocadas - também quando era o caso e, por último, toda a tinta que estava era retirada. As peças foram jateadas com areia até o metal branco, para depois serem pintadas em suas cores originais. O trabalho durou 18 meses.

      Excluir
  2. Caramba! Um carro dessa estirpe, com esse histórico, com tanto valor sentimental merece estar assim, cheio de cuidados. Que coisa linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora na resposta. Obrigado pelo comentário. Realmente a restauração foi feita com todo o carinho, como uma homenagem à Meu Pai, que faleceu em 2005. Ele tinha o Jeep desde 0 km - único dono e, seu único carro. Daí o seu valor sentimental. Apesar da idade - hoje com 56 anos, antes mesmo da restauração, ele não tinha rodado sequer 100.000 km . Apenas o motor foi refeito, aproveitando a oportunidade, para mantê-lo íntegro e original (foi levado a "standard" novamente). No demais, tirando borrachas, juntas, retentores, e demais peças de desgate normal, pouca coisa de mecânica teve para fazer. Estava em perfeito estado, sem folgas e muito bem ajustado. Hoje, eu, filho do proprietário, mantenho todos os cuidados. Ele não anda sequer na chuva. Só sai para paseios e exposições.

      Excluir
  3. Washington Lima (via facebook)10 de março de 2013 00:36

    clássico!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora na resposta. A restauração foi feita para mantê-lo clássico - todo original, conforme comprado. O objetivo final é a obtenção da placa preta, que reflete esse cuidado.

      Excluir
  4. Felipe Olivani (via facebook)10 de março de 2013 00:36

    Perfeito! Belíssimo tom de azul e muito original.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora na resposta. A restauração foi feita para mantê-lo todo original. O objetivo final é a obtenção da placa preta, que reflete esse cuidado. O tom do azul foi o mais próximo possível da cor original, pois o Fabricante da Tinta Original não existe mais. Esse foi um item que nos deu algumas horas de trabalho, muitas consultas, muitas pesquisas na internet, inclusive fora do Brasil, para se chegar ao tom original. A pintura anterior estava muito queimada e não refletia a cor original.

      Excluir
  5. Rogério Fernandes (via facebook)10 de março de 2013 00:36

    bah , este é um dos meus sonhos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora na resposta. Realmente Rogério, tenho o perfeito entendimento dessa busca. Custei muito a realizar esse sonho, mas a demora foi compensada quando cheguei ao final da restauração. Me senti um adolescente aos 18 anos, pensando no Meu Pai, indo apanhar o seu primeiro carro 0 km . Foi muita emoção. O Restaurador ainda por cima, preparou uma recepção para a minha chegada. Os mecânicos, todos, sem exceção, foram incríveis. Publicarei um comentário especial sobre essa Turma incrível, aqui do Brasil.

      Excluir
  6. Carlos Guillermo Latrónico (via facebook)10 de março de 2013 00:36

    Muy bonito y prolijo, se ve en el armado.-

    ResponderExcluir
  7. Hugo Bueno (via facebook)11 de março de 2013 00:40

    Já conhecia a história deste Jeep ! Parabéns ao meu amigo que não mediu esforços para que este belo exemplar pudesse retornar, exatamente como era, às nossas ruas. E que venha a placa preta !

    ResponderExcluir
  8. Olá! Sou APAIXONADA por Jeep, principalmente do tipo Willys. Por isso, estava procurando fotos aleatórias pra fazer uma postagem quando vi essa primeira foto desse lindinho e resolvi entrar aqui. Espero que não se incomode pois a peguei emprestado, mas tive o cuidado de adicionar o link dessa pagina. Parabéns pelo site, não o conhecia, mas agora virei de vez em quando aqui pra procurar outros Jeeps pra namorar um poquin, rsrs. Ah, dei uma olhada e amei um de bombeiro que você tem aqui.
    Parabéns também ao proprietário dessa coisa rica, e por ter sido tão gentil em compartilhar um pouco dele conosco.

    ResponderExcluir
  9. Mto top. Alguém sabe o nome desse azul?

    ResponderExcluir
  10. Mto top. Alguém sabe o nome desse azul?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...