Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


terça-feira, 4 de setembro de 2012

IBAP Democrata (1963-1968)

Cada raridade tem superado a outra nesse blog! A cada dia, mais fatos inacreditáveis e surpreendentes! Quem de vocês já ouviu falar nesse carro?



Na verdade, as fotos acima mostram só o que restou de um raríssimo Democrata. O modelo era fruto de um projeto até hoje considerado ousado (primeiro projeto de carro 100% nacional) e ao mesmo tempo muito estranho. A empresa que produziu o veículo, IBAP (Indústria Brasileira de Automóveis Presidente) dizia ter pretensões avassaladoras, que ia fazer e acontecer, e na verdade a produção, venda e consequente sucesso nunca saíram do âmbito nebuloso. O esquema financeiro utilizado era a venda de ações, e não demorou muito pra que atingisse o número desejado, de quase 100.000 acionistas. 

A intenção era produzir um modelo popular, um utilitário e um de luxo, batizado de Democrata. Por ironia do destino, no ano seguinte ao início das preparações, instaurou-se um regime ditatorial no país, que acabava deixando o carro com nome de "Presidente Democrata" numa situação delicada. Quanto ao veículo propriamente dito, era feito em fibra de vidro com o desenho inspirado nas marcas americanas e europeias da época, sobretudo no Chevrolet Corvair, em que foi inspirada até a configuração de motor traseiro. Com toda essa turbulência, críticas inúmeras da mídia e pressão sobre a fábrica, teve suas portas fechadas em 1968, enterrando o sonho de revolucionar a indústria automobilística nacional. A ideia era produzir 350 mil por ano, mas apenas dezenas de unidades foram feitas, e poucas montadas.

As fotos são de 2010, e segundo nosso leitor, estava aguardando lugar numa oficina ali perto. Ficou um mês lá e sumiu. Soube-se ainda, depois, de uma carroceria branca que fazia companhia a ela: "Ao que parece, foram duas carrocerias adquiridas dos Finardi por alguém que pretendia restaurar os modelos com mecânica moderna". Até hoje, nada se sabe do resultado...

O flagra ímpar é do Lindeberg de Menezes Jr.!

Santo André - SP.

18 comentários:

  1. Solon Dias (via facebook)4 de setembro de 2012 17:18

    nossa que história.. nunca ouvi falar...

    ResponderExcluir
  2. Guilherme Guedes (via facebook)4 de setembro de 2012 17:25

    Raridade mesmo. Se não fosse pela descrição eu pensaria logo num Corcel

    ResponderExcluir
  3. Cadu Moreira (via facebook)4 de setembro de 2012 17:33

    O Democrata me lembra demais os Mustang 64...

    ResponderExcluir
  4. Denis Queiroz (via facebook)4 de setembro de 2012 17:46

    se não me engano tem um terreno com varias carroçerias... acho que é dele msm..

    ResponderExcluir
  5. E... naturalmente, incomodaria a Volkswagen com seu estilo inovador para a época (Caso dos Simca Chambord)

    ResponderExcluir
  6. Felipe Bitu (via facebook)4 de setembro de 2012 17:58

    Acho que essa foto não é minha.

    Fotografei essa carcaça no bairro Paraíso em Santo André, próximo da esquina das ruas Jabaquara x Igarapé em abril de 2010, perto de uma oficina mecânica onde descansavam alguns Mavericks.

    Quem tem várias carcaças do Democrata é o José Carlos Finardi, bem perto daí, no bairro Baeta Neves, São Bernardo do Campo.

    ResponderExcluir
  7. Denis Queiroz (via facebook)4 de setembro de 2012 17:58

    isso foi em sbc, faz tempo que vi... tem algum montado?

    ResponderExcluir
  8. Felipe Bitu (via facebook)4 de setembro de 2012 17:58

    Denis, que eu saiba, apenas três foram montados.

    ResponderExcluir
  9. Anderson Kasperavicius (via facebook)4 de setembro de 2012 17:58

    Esse é raríssimo

    ResponderExcluir
  10. Fala Matheus! Recebeu meu flagra?

    ResponderExcluir
  11. Hugo Bueno (via facebook)4 de setembro de 2012 18:33

    O grande antigomobilista Roberto Nasser possui um exemplar em perfeitas condições no Museu do Automóvel em Brasilia e inclusive há alguns anos escreveu um livro chamado "Democrata - O carro certo no tempo errado" (editora Edita), onde narra a interessante história do empreendedor, da fábrica e do carro. O livro é rico em fotos e reportagens da época. Vale a pena ser lido !

    ResponderExcluir
  12. Anderson Kasperavicius (via facebook)4 de setembro de 2012 18:34

    Boa dica

    ResponderExcluir
  13. Cesar Costa (via facebook)4 de setembro de 2012 18:55

    Isso foi só uma arapuca, que tinha tudo pra não dar certo. Tomaram dinheiro dos incautos e não entregaram carro algum, porque o "projeto" era impossível de ser tocado a nível industrial!

    ResponderExcluir
  14. Já tinha visto outras fotos desses mesmos carros. Por curiosidade fui num sábado onde elas estavam e o dono da oficina, bem atencioso, me falou que elas tinham ido p/ uma outra oficina no bairro do ipiranga em SP...

    ResponderExcluir
  15. Eu me lembro desses carros. Meu pai caiu no golpe: eu era criança e fui com ele numa exposição que aconteceu em São Paulo (talvez um Salão de Automóvel) e acabou comprando uma quota como se fosse um consórcio. Pouco depois se percebeu o logro e meu pai parou de pagar. Nunca mais tivemos notícia dos Automóveis Presidente. Isso foi um grande golpe de estelionato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e foi um golpe do governo e das indrustrias amaricanas

      Excluir
  16. lindo carro, mesmo sabendo que dificilmente conseguiria deixar um desses original, gostaria de salvar essa carroceria se fosse possível. caso tenham informações charles.marchi@vivointernetdiscada.com.br

    ResponderExcluir
  17. Este carro agora esta na cidade de Caçapava, junto a um acervo de carros antigos municipais.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...