Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Fuscas abandonados

O episódio da série mostra um lado triste da história do famoso besouro... Na sequência, as fotos, todas tiradas no estado do Rio de Janeiro. Fez lembrar aquele caso misteriosíssimo do Fusca rosa de teto rebaixado, abandonado, que já apareceu aqui.

Prá começar, os que foram fotografados na Ilha do Governador:

Avariado e largado no tempo.

Esse foi retirado de um gramado e posto prá agonizar no asfalto. Dá prá perceber, né?

1300 1973, com lanternas fumê e uma das rodas preta.

1972, alternando rodas de seis janelas e "gaúchas"; faróis dos mais novos.

Pelo jeito, é um Itamar que servia um petshop. Foi encontrado no mesmo condomínio que o da foto de cima.

O site do Detran-RJ diz que é um 1960. Eu acho pouco provável, a menos que tenham sido trocados o cubo de roda por um de 4 furos, os parachoques e a tampa do motor por peças mais novas. O pisca no paralama dianteiro corresponderia ao ano de 1960 e as lanternas seriam no máximo 1962, mas podem perfeitamente ter sido trocadas, são do modelo de maior utilização dentre os Fuscas.
Mas o que mais chama a atenção em relação a ele, na minha opinião, é essa roda dianteira de 8 aberturas, raro exemplar do modelo que equipou os SP2. 

Abaixo, um Fusca já em estado terminal, unificado com a paisagem. Em Bonsucesso, zona norte do Rio. Acredito que seja um 1300 de 74 a 79.


Fotos do meu pai, Osvaldo Augusto.

Abaixo, Urca, bairro de bacana na zona sul:



1978. Pneus colados no chão, muita ferrugem e até pichações.

E, prá fechar, o único registro fora da capital, em Angra dos Reis, na Costa Verde, litoral oeste do estado do Rio. Aparenta ser de no máximo 73, com rodas de 5 furos e sem a "orelha" na coluna C.

Flagra do meu irmão, Lucas Marques.

No final das contas, um apanhado de cenas lamentáveis, né?

8 comentários:

  1. Lucas Figueiredo (via facebook)28 de outubro de 2011 12:27

    Coitado...

    ResponderExcluir
  2. Uma pena mesmo, tantos abandonos.

    ResponderExcluir
  3. É exageiro meu mas me deu vontade de chorar....

    ResponderExcluir
  4. Pô, desse da Urca aí eu queria só os batentes dos parachoques e essas rodas de Brasília.

    ResponderExcluir
  5. O 72, 73 e o Itamar ainda tem salvação!!! Só lavar polir, encher os pnaus ver óleo e correias. Pronto pode rodar!!!

    ResponderExcluir
  6. CRIMINALES no tienen corazón ellos han dado todo por Uds, son unos verdaderos insensibles.

    ResponderExcluir
  7. Qual a cabeça de uma pessoa dessas? Porquê não entrega em um desmanche, por exemplo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso que eu queria entender também... Vai no desmanche, oferece... Se o cara pagar "quinhentão", já saiu no lucro!!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...