Páginas

WELCOME! / Bem vindos! / Bienvenidos! / Benvinguts! / Ongi etorri! / Bienvenue! / Benvenuti! / Wilkommen! / Welkom! / Välkommen! / Tervetuloa! / Üdvözöljük! / Hoşgeldiniz! / Добро пожаловать! / Καλώς ήρθατε! / გამარჯობა! / ようこそ! / 歡迎! / 환영합니다! / आपका स्वागत है! / வருக!


domingo, 26 de fevereiro de 2012

Ford Sierra XR4 75º Aniversário 1988

Se já é difícil ver um Sierra comum por aqui, imagina dessa versão. Mas esse raro exemplar me deixou com uma dúvida:



Ele tem adesivos "XR4" e "Cosworth", e até onde eu sei eram duas versões necessariamente separadas. Os vidros laterais são do XR4 e o aerofólio é do Cosworth. As rodas são genéricas. Alguém sabe da existência de um XR4 Cosworth? Se não, a possibilidade mais plausível é que tenha tido as características alteradas, mesmo. Nosso colaborador manda o relato:

"Fala, Matheus!! Como vai?

Indo para fora da cidade, sou ultrapassado por este lindo carro argentino, um Ford Sierra, e não era qualquer Sierra, era um Cosworth XR4!!! E ainda possuía quatro faróis de milha na frente!! Um belo exemplar conservado!!

Pelo ronco era mesmo um V6, e o ano eu chuto que seja o 1985 pelo símbolo vermelho...

Mas aí está minha dúvida. Não achei muitas informações deste exemplar, mas me parece que seja parte da pequena leva de Sierras que vieram da Europa para o país hermano.

Seguem aí as fotos que tirei (infelizmente a da frente eu não consegui pois depois do pedágio ele sumiu no horizonte).

Local das fotos foi no pedágio de Porto Alegre em direção ao interior do Rio Grande do Sul.

Abraço."

Mesmo na Europa, eu também não tenho notícias dessa suposta versão...

Atualização: O amigo hermano Esteban de León contribuiu com uma utilíssima ajuda, afirmando categoricamente que se trata de uma edição limitada, portanto um Sierra XR4 75º Aniversário, a cor branca era exclusiva da versão, bem como o friso que acompanha toda a lateral. A versão foi fabricada só no ano de 88, somente com carroceria cupê, limitada a 300 unidades.

Espetáculo de flagra do Leonardo Laipelt!

Porto Alegre - RS.

33 comentários:

  1. Felipe Siede Kuck (via facebook)26 de fevereiro de 2012 15:06

    sera que a mecanica é identica do ingles....

    ResponderExcluir
  2. Lilian Capriolli (via facebook)26 de fevereiro de 2012 15:11

    raridade esse carro tem muito na argentina! mas tudo ferrado

    nao o cosworth o normal

    ResponderExcluir
  3. Anderson Nunes (via facebook)26 de fevereiro de 2012 15:24

    Não houve Cosworth na Argentina. Acho que o Sierra mais forte lá foi um V6.

    ResponderExcluir
  4. Lilian Capriolli (via facebook)26 de fevereiro de 2012 15:24

    sim foi o que disse nao o cosworth e sim o normal q vi na argentina ,pena q todos tavam estado de calamidade!

    ResponderExcluir
  5. Anderson Nunes (via facebook)26 de fevereiro de 2012 15:24

    Infelizmente eles não cuidam muito de carros lá :( O Sierra foi vendido nos EUA como Merkur,a cho que isso???

    ResponderExcluir
  6. Javier Rubén Matiauda Zarza (via facebook)26 de fevereiro de 2012 15:51

    Ainda com aquele motor 2.3, o Sierra XR4 argentino tinha bom desempenho. Beirava os 200 Km/h. Seu principal concorrente ná epoca era o Renault Fuego.

    ResponderExcluir
  7. Miura Clube RJ (via facebook)26 de fevereiro de 2012 17:25

    O aerofólio do Miura 787 foi copiado, digo, "inspirado" no aerofólio do Sierra XR4... E por falar em Renault Fuego, as rodas do Miura Targa também foram "inspiradas" nas rodas deste modelo.

    ResponderExcluir
  8. Cristiano Correa Molinari (via facebook)26 de fevereiro de 2012 18:27

    Como diriam os argentinos: "Que Fierro!" *.*
    E falando em motores para o Sierra, felizes são os sul-africanos que tiveram o Sierra XR8 com motor V8 302!!! E ainda assim são poucos os que existem por lá!

    ResponderExcluir
  9. Orlando Fredigotto Jr. (via facebook)26 de fevereiro de 2012 18:28

    Simplesmente lindo este Ford Sierra...Sem comentários.

    ResponderExcluir
  10. Se um flagra desse já é difícil, o que dizer do flagra de uma edição especial cuja tiragem é limitada. Pena que não houve o registro da frente.

    ResponderExcluir
  11. Lucas Lieggio (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:34

    Sou mais o nosso Escort, principalmente as últimas versões.

    ResponderExcluir
  12. Lucas Lieggio (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:34

    Bonita roda do Chevette

    ResponderExcluir
  13. Cristiano Correa Molinari (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:35

    Um desses com tração integral e um V8 ficaria um monstro *.*

    ResponderExcluir
  14. Henry Chinaglia Filho (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:36

    Lucas Lieggio, o Escort nem chegava aos pés do Sierra. O Cosworth Inglês, rivalizava com Porche 944, que custava o dobro!
    Mas esse NÃO é Cosworth, o cara deve ter posto um adesivo, e nem tem a mesmo tipo de letra do original.
    E o "XR4i 75º aniversario" NÃO era V6, mas 4 em linha (se não me engano era aquele motor OHC fabricado em Taubaté que ia para a Argentina e para os USA para equipar o Taurus)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Sierras argentinos eram XR4, sem o i, pois não tinham injeção eletrônica.

      Já o Merkur XR4Ti, a versão americana esportiva do Sierra, usava um 2.3 OHC turbo. Nessa época, o OHC também era fabricado nos EUA.

      Excluir
  15. Felipe Olivani (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:36

    Esse com "aerofólio de Miura" ficou muito legal, mas nada bate o XR4x4, a começar pelo nome, que é maravilhoso.

    ResponderExcluir
  16. ‎Henry, segundo o Esteban, o motor era exatamente esse, feito em Taubaté...

    ResponderExcluir
  17. Esteban de León (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:38

    2.3

    ele foi equipado en algunas versiones como as Ghia, GXL

    ResponderExcluir
  18. Cristiano Correa Molinari (via facebook)26 de fevereiro de 2012 20:38

    Os 2.3 eram os mesmos do Maverick, só que eles recebiam injeção eletrônica e mais umas melhorias. Praticamente é a mesma coisa que vem nas Ranger a gasolina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, os Sierra argentinos não saíram com injeção eletrônica...

      Excluir
  19. Paulo Takkey (via facebook)26 de fevereiro de 2012 21:16

    Lembra o Ford Escort XR3

    ResponderExcluir
  20. Sergio Iamaguchi Mazzotti (via facebook)27 de fevereiro de 2012 01:17

    Demais! Primórdios do motor Cosworth.

    ResponderExcluir
  21. Paulo Takkey (via facebook)27 de fevereiro de 2012 01:18

    era esse q vc tinha?

    ResponderExcluir
  22. Sergio Iamaguchi Mazzotti (via facebook)27 de fevereiro de 2012 01:18

    Meu irmão tinha esse, em casa tivemos todos desde o anterior.

    ResponderExcluir
  23. Paulo Takkey (via facebook)27 de fevereiro de 2012 01:18

    massa!

    ResponderExcluir
  24. Nos encontros do Largo da Epatur aqui em Porto ALegre, volta e meia aparece um Sierra prata.

    ResponderExcluir
  25. Como disseram, o Sierra também foi fabricado na Argentina, e o modelo XR4 usava o motor 2.3 OHC produzido aqui no Brasil, só que, esta versão esportiva também contava com comando de válvulas mais bravo, escapamento dimensionado 4x2x1 e carburador Solex duplo 36-36 de abertura simultânea.

    ResponderExcluir
  26. Valeu amigos!!! realmente foi um belo achado, j´que argentino não cuida mesmo do carro.

    E essa mesma duvida que vocês tiveram eu tive, pois ou teve o xr4 ou o cosworth.... mas graças ao amigo Esteban descobrimos que é uma série especial 75º.

    E como foi falado, infelizmente o motor não era o V6 (desculpem pelo meu ouvido rs) se trata então de um 2.3 em linha.

    A frente quando eu vi rapidamente ( quando ele me ultrapassou) tinha quatro faróis de milhas bem bonitos, que davam um toque no carro.

    Obrigado pelas informações! e nos vemos em um próximo flagra.

    abraço

    ResponderExcluir
  27. Um pouco mais de informação sobre o carro aogra que sabemos qual modelo é.

    "Hacia finales de 1988, y con motivo de celebrar los 75 años de Ford Motor Argentina su permanencia en el país, se decide realizar una Edición Limitada de la XR4, denominada 75° Aniversario. Esta coupé se caracterizaba por ser totalmente blanca, interior con tapizados de cuero, volante similar al utilizado en el Sierra XR4x4 producido en Europa, y se reemplazó el alerón biplano por uno simple que incluía una luz de stop como novedades más sobresalientes. En cuanto al motor, se mantenía el mismo de la XR4, pero con otro árbol de levas, y como mayor detalle, la tapa de válvulas era cromada. Sólo se produjeron 300 unidades. "

    ResponderExcluir
  28. Rogério Barreto (via facebook)27 de fevereiro de 2012 13:50

    Essas sainhas laterais, parece até que o carro tá derretendo.

    ResponderExcluir
  29. Double-g Banka Zeronze (via facebook)29 de fevereiro de 2012 19:33

    uma pergunta besta por que esses carros nao vem pro brasil???

    ResponderExcluir
  30. Cristiano Correa Molinari (via facebook)29 de fevereiro de 2012 20:51

    A Ford chegou a trazer algumas unidades para o Brasil no fim da década de 80, mas a junção com a Volkswagen, formando a Autolatina, acabou "melando" os planos de termos um grande carro aqui. O curioso é que na Argentina eles tiveram o Santana, que lá era chamado de Carat. Mas se for para ter um desses, só sendo muito "ninja" de conseguir importar e legalizar modelos estrangeiros usados.

    ResponderExcluir
  31. Diego Massaia Da Costa (via facebook)11 de setembro de 2012 15:26

    que belezura ;B

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...